Pages

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Eduque seus filhos no Senhor


Porque já lhe disse que julgarei a sua casa para sempre, pela iniqüidade que ele bem conhecia, porque seus filhos se fizeram desprezíveis, e ele os não repreendeu.” (1Sm.3.13)

Pôr filho no mundo é bom e relativamente fácil. No entanto, educar os filhos no caminho do Senhor não é uma responsabilidade simples e requer perseverança, tempo, exemplo e plena dependência do Espírito Santo. Infelizmente, não são poucos os pais cristãos que deixam a desejar na educação dos filhos, repassando a tarefa de ensinar a criança para a comunidade eclesiástica, se limitando a levá-los para a igreja.
Ensinar regras de etiqueta, ou mesmo de psicologia infantil, pôr em colégio desde cedo e dar à criança tudo o que ela desejar são iniciativas que não conduzem à santidade do Senhor e alguns desses empreendimentos são maléficos para o crescimento moral e espiritual do filho. Jesus disse que “não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem” (Mt.15.11). O profeta João Batista não tinha grandes preocupações com a alimentação, nem vestimenta, mas foi um grande homem de Deus. A educação espiritual não só é a maior herança que os pais podem dar a seus filhos, como também é a única que perdurará para a eternidade.
Há muitos pais, inclusive pastores, colhendo o amargo fruto de ver os filhos muito longe do evangelho. Outros se contentam em ver os filhos na igreja, sem saber, ou ignorando o caso, que eles vivem desonrando a Deus, andando segundo o mundo e não segundo a vontade do Senhor. Filhos não são anjos, nem demônios, mas são pecadores inclinados para o mal, na rebeldia natural do homem sem Cristo. Os pais devem ser instrumentos nas mãos do Senhor para conduzir a criança na Palavra de Deus, pois “a estultícia está ligada ao coração da criança, mas a vara da disciplina a afastará dela” (Pv.22.15).
Para educar os filhos no caminho do Senhor, a Palavra de Deus nos dá algumas instruções importantes que devem ser postas em prática todos os dias, insistentemente:
1) Oração – Coloque seu filho diante de Deus, em oração, todos os dias. Somente o Espírito de Deus pode quebrantar o coração da criança para que compreenda a Palavra de Deus. Todo ensino Bíblico deve ser acompanhado com a dependência do Senhor. Não serão “técnicas especiais”, nem mesmo a insistência somente, que abrirão o coração da criança para amar a Deus e desde cedo reconhecer que sua carne se inclina para o mal. Domínio próprio é fruto do Espírito e, portanto, necessita do trabalhar do Espírito, convencendo-a “do pecado, da justiça e do juízo” (Jo.16.8). Seu sucesso na educação de seus filhos depende do agir gracioso e poderoso do Senhor.
2) Firmeza – Não se educa os filhos de um dia para o outro. Além de uma plena dependência do agir do Espírito de Deus, os pais precisam perseverar em ensinar a Palavra do Senhor continuamente. O coração de seu filho é mau, inclinado à rebeldia, ligeiro para pecar contra Deus (Rm.3.10-18). Por isso, insista em mostrar para a criança, desde cedo, que este comportamento rebelde é fruto do pecado que nela habita. Ela precisa aprender a ter domínio de si quando quiser se espernear, ou quando desejar muito uma coisa que não pode ter. A palavra dos pais deve ser firme, mostrando convicção daquilo que ensina, pois aprenderam do próprio Deus.
3) Mansidão – No entanto, firmeza não significa alvoroço ou grosseria. Os pais devem ter serenidade para que “não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor” (Ef.6.4). Uma simples palavra diária, firme e serena, dita na convicção de que o Espírito de Deus pode aplicar ao coração do filho, será suficiente para que dia a dia crie na criança o caráter de Cristo, nosso perfeito modelo. A autoridade dos pais não deve estar na força bruta, mas na firmeza e na coerência do ensino, unindo o doce amor à correta disciplina, ambos aplicados na hora certa.
4) Exemplo – Não ria quando seu filho pecar, nem muito menos se orgulhe das coisas erradas que ele faz, pois todo pecado desonra a santidade do Senhor. Seus filhos precisam de exemplo em tudo. Os pais, portanto, devem procurar ser irrepreensíveis, glorificando a Deus em suas palavras e ações. Os filhos precisam aprender com os pais a odiar o pecado e fugir de toda tentação. A menina deve aprender com a mãe a ser esposa amável, submissa e fiel e ter no pai o modelo para a escolha de seu futuro esposo. O menino deve aprender com o pai a ser amável, responsável, governante do lar e fiel e ter na mãe o modelo para a escolha de sua futura esposa.
Deus é nosso modelo paterno. NEle temos amor puro e santo e disciplina justa e necessária, aplicada no momento certo. O Senhor nos trata com graça e misericórdia, com firmeza e santidade. Ele nos dá seus benefícios na hora certa e nos sustenta com tudo o que precisamos. Portanto, pais, tudo que vocês precisam saber para educar os filhos no Senhor encontrarão na Palavra de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário